Receitas tradicionais

Policiais trapalhões confundem Krispy Kreme Icing com metanfetamina

Policiais trapalhões confundem Krispy Kreme Icing com metanfetamina

Um cara foi preso por posse de donuts

Wikimedia / Zidane

Um homem da Flórida foi parado e preso porque um policial viu um donut esmaltado em seu carro e pensou que fosse metanfetamina.

Donuts podem ser viciantes, mas geralmente não são criminosos. Mas um homem da Flórida se viu em uma cela da polícia e enfrentando acusações de drogas porque a polícia pensou que ele estava dirigindo por aí em um carro coberto de metanfetamina, mas na verdade eram apenas os restos açucarados de um donut glaceado de Krispy Kreme.

De acordo com RT.com, um homem de Orlando de 64 anos chamado Daniel Rushing foi parado por uma infração de trânsito em dezembro. A parada de tráfego ficou estranha, no entanto, quando o policial viu traços de algo branco e cristalino no assoalho do lado do motorista. Rushing disse que tinha acabado de comer um donut e a substância eram pedaços de esmalte que haviam descascado, mas o policial não acreditou nele e prendeu Rushing alegando que ela estava olhando para "algum tipo de narcótico".

De acordo com o RT.com, os testes iniciais da polícia supostamente mostraram que a misteriosa substância cristalina era a cocaína, mas depois a polícia pensou que fosse metanfetamina. Rushing continuou a insistir que era apenas o glacê de um donut Krispy Kreme, mas a polícia não acreditou nele e o fez ficar na cela da polícia por 10 horas. Rushing foi autorizado a sair sob fiança naquele momento, mas demorou cerca de uma semana para a polícia finalmente retirar todas as acusações contra ele, porque ele estava dizendo a verdade o tempo todo. A substância misteriosa era na verdade apenas os restos de um donut Krispy Kreme comido desordenadamente.


Policiais trapalhões confundem Krispy Kreme Icing por Metanfetamina - Receitas

Especificamente 1-95 tráfego entre Richmond e DC. É terrível.

Nunca encontramos uma navegação tranquila naquele trecho de estrada, provavelmente não o faremos tão cedo.

Deixando de lado os problemas de trânsito, estou feliz em informar que Craig, Caroline e eu tivemos uma ótima viagem de Ação de Graças à Carolina do Norte para visitar a irmã de Craig e sua família. A viagem na quinta-feira foi fácil. Exceto pelo fato de que o McDonald's não foi aberto em alguma cidade com um nome que eu não me lembro, na I-95 na Virgínia, e tivemos que ficar em uma fila muito longa para usar o banheiro de um antigo posto de gasolina. O problema é o seguinte: não me importo de usar as instalações de uma loja de conveniência totalmente nova. Você sabe, o tipo com 18 bombas de gasolina e fontes de refrigerante que oferecem 27 variedades de refrigerante mais aquelas adições de bebida como baunilha, cereja e limão.

Eu posso lidar com isso. Novos postos de gasolina têm novos banheiros.

Me chame de exigente.
Chame-me de alta manutenção.
Me chame de esnobe de banheiro.
Me chame de qualquer coisa.
É tudo verdade.

Quando se trata de viajar e onde escolho fazer um pit stop, não estou disposto a sacrificar meus padrões.

Bem, a menos que eu realmente tenha que ir.

Em situações emergentes, como no tipo de situação "Eu não deveria ter conseguido uma Coca diet grande", apenas fecho os olhos, não toco em nada, o tempo todo torcendo para que Caroline esteja fazendo o mesmo. E então, é claro, faço o acompanhamento com grandes quantidades de sabão e água quente. e uma aplicação extra de desinfetante para as mãos, apenas para diversão.

Então, o McDonald's foi fechado. O que é bom para os trabalhadores, já que era Dia de Ação de Graças e tudo. Acho que o McDonald's em que trabalhei lá atrás estava aberto pelo menos durante a manhã do Dia de Ação de Graças para oferecer aos viajantes um café da manhã gostoso, quente e cheio de gordura trans e uma parada no banheiro, enquanto eles se empanturravam com o peru da vovó, tia Caçarola de feijão verde de Shirley e salada de gelatina da prima Velma.

E enquanto estou divagando, deixe-me apenas dizer que vivi em uma família que não fazia salada de gelatina NEM caçarola de feijão verde para o Dia de Ação de Graças. Caramba, eu não sabia o que era caçarola de feijão verde até que me mudei para a Flórida. Não há nada de errado com isso, eu comerei, se colocado na minha frente, mas simplesmente não era um grampo crescendo.

Talvez seja apenas uma coisa regional? No entanto, tenho certeza de que muitas famílias que vivem na costa oeste comem caçarola de feijão verde.
Comemos sopa de creme de cogumelos em outras aplicações, mas não sopa de creme de cogumelos misturada com feijão verde e cebolas fritas.

Somos apenas patos estranhos, suponho. Sim, provavelmente é isso.

Tivemos muitas ações de graças não convencionais. Por alguns anos, fomos ao cinema e depois saímos para comer. Yay para o buffet do dia da Turquia.
Um ano, sentamos para comer, apreciamos nossa refeição que minha mãe preparou com amor e então meu pai disse: "o jantar estava ótimo, Nancy, mas você esqueceu o purê de batatas."

Bem, na verdade não. Nossas batatas vieram desidratadas em forma de flocos em uma caixa com a única exigência de adicionar água e mexer. Eu poderia pegar ou largar isso. Eu sou mais uma garota de recheio, de qualquer maneira.

Podemos não ter comido no Dia de Ação de Graças daquele ano, mas posso garantir que havia purê de batata feito às escondidas depois do jantar e guardado com as outras sobras. Meu pai não cozinha. Ele fez ovos uma vez e talvez um pouco de espaguete, mas quando minha mãe estava fora, nós comemos pizza e Burger King. Ele pode não cozinhar, mas pode responder a todas e quaisquer perguntas relativas a aquecedores de água e manutenção de automóveis, então deixamos esse assunto passar. De qualquer forma, apesar de sua falta de experiência na cozinha, todos os anos depois do Dia de Ação de Graças, ele faz uma refeição especial. Vou poupar você do nome que ele cunhou para o seu mundo criação de sobras famosa da família, mas vamos apenas dizer que a comida tem um gosto melhor do que o seu nome. Tenho uma reputação a manter neste blog aqui e odiaria manchar meu bom nome compartilhando um detalhe tão desagradável.

Já que sou tão klassy e tudo.

Quatro dias longe do blog = prolixo Alison.

Então, nós nos divertimos. A viagem, apesar do problema do banheiro mencionado acima, transcorreu sem intercorrências.
O tempo que passamos com a irmã de Craig também foi adorável. Caroline se deu muito bem com sua prima, Erin, que é 6 meses mais velha. Eles eram inseparáveis, o que era ótimo para todos.

O jantar foi saboroso e a companhia foi igualmente agradável.

Na sexta-feira, em vez de enfrentar as multidões em busca de TVs de tela plana baratas e coletes infláveis ​​de US $ 7,50 da Target, dei um passeio de carro para visitar minha amiga, Sissy. Sissy e eu voltamos ao colégio, onde tínhamos cabelos castanhos cacheados e excelentes hábitos de estudo. Sissy ainda tem cabelos cacheados (e hábitos de estudo, eu presumo), então acho que isso mostra qual de nós recebeu um permanente imprudente naquela época.

Eu tive alguns daqueles permanentes imprudentes em minha juventude e desde então encontrei meu caminho de volta para o cabelo liso que Deus planejou que eu tivesse.

Foi muito bom visitar um velho amigo. Almoçamos, fizemos algumas compras e conversamos.
Não é nenhum segredo que me falta amizade verdadeira em minha vida cotidiana e, embora um almoço com um velho amigo não vá fazer nada para mudar isso, o encontro de sexta-feira era exatamente o que eu desejava.

Também estou muito orgulhoso de mim mesmo por ter enfrentado uma grande rodovia sozinho, sem a ajuda de um GPS (talvez eu devesse ter me levantado às 4h para comprar um na Black Friday), e não me perder. Uma vez fiquei um pouco desorientado, mas não me perdi. Esta é uma grande conquista para mim. Normalmente não dirijo muito longe sozinho. Não porque não posso, mas principalmente porque raramente me encontro em uma posição que exija isso.

Nosso tempo na NC foi agradável.
O trânsito na Virgínia não era agradável.
Nem um pouco.
O que nos levou 4 1/2 horas para dirigir na quinta-feira nos levou cerca de 7 horas (menos uma parada para jantar) no sábado.

Mesmo assim, valeu a pena.
Foi bom escapar do mundano.

Devíamos fazer isso com mais frequência.


Policiais trapalhões confundem Krispy Kreme Icing por Metanfetamina - Receitas

Especificamente 1-95 tráfego entre Richmond e DC. É terrível.

Nunca encontramos uma navegação tranquila naquele trecho de estrada, provavelmente não o faremos tão cedo.

Deixando de lado os problemas de trânsito, estou feliz em informar que Craig, Caroline e eu tivemos uma ótima viagem de Ação de Graças à Carolina do Norte para visitar a irmã de Craig e sua família. A viagem na quinta-feira foi fácil. Exceto pelo fato de que o McDonald's não foi aberto em alguma cidade com um nome que eu não me lembro, na I-95 na Virgínia, e tivemos que ficar em uma fila muito longa para usar o banheiro de um antigo posto de gasolina. O problema é o seguinte: não me importo de usar as instalações de uma loja de conveniência totalmente nova. Você sabe, o tipo com 18 bombas de gasolina e fontes de refrigerante que oferecem 27 variedades de refrigerante mais aquelas adições de bebida como baunilha, cereja e limão.

Eu posso lidar com isso. Novos postos de gasolina têm novos banheiros.

Me chame de exigente.
Chame-me de alta manutenção.
Me chame de esnobe de banheiro.
Me chame de qualquer coisa.
É tudo verdade.

Quando se trata de viajar e onde escolho fazer um pit stop, não estou disposto a sacrificar meus padrões.

Bem, a menos que eu realmente tenha que ir.

Em situações emergentes, como no tipo de situação "Eu não deveria ter conseguido uma Coca diet grande", apenas fecho os olhos, não toco em nada, o tempo todo torcendo para que Caroline esteja fazendo o mesmo. E então, é claro, faço o acompanhamento com grandes quantidades de sabão e água quente. e uma aplicação extra de desinfetante para as mãos, apenas para diversão.

Então, o McDonald's foi fechado. O que é bom para os trabalhadores, já que era Dia de Ação de Graças e tudo. Acho que o McDonald's em que trabalhei lá atrás estava aberto pelo menos durante a manhã do Dia de Ação de Graças para oferecer aos viajantes um café da manhã gostoso, quente e cheio de gordura trans e uma parada no banheiro, enquanto eles se empanturravam com o peru da vovó, tia Caçarola de feijão verde de Shirley e salada de gelatina da prima Velma.

E enquanto estou divagando, deixe-me apenas dizer que vivi em uma família que não fazia salada de gelatina NEM caçarola de feijão verde para o Dia de Ação de Graças. Caramba, eu não sabia o que era caçarola de feijão verde até que me mudei para a Flórida. Não há nada de errado com isso, eu comerei, se colocado na minha frente, mas simplesmente não era um grampo crescendo.

Talvez seja apenas uma coisa regional? No entanto, tenho certeza de que muitas famílias que vivem na costa oeste comem caçarola de feijão verde.
Comemos sopa de creme de cogumelos em outras aplicações, mas não sopa de creme de cogumelos misturada com feijão verde e cebolas fritas.

Somos apenas patos estranhos, suponho. Sim, provavelmente é isso.

Tivemos muitas ações de graças não convencionais. Por alguns anos, fomos ao cinema e depois saímos para comer. Yay para o buffet do dia da Turquia.
Um ano, sentamos para comer, apreciamos nossa refeição que minha mãe preparou com amor e então meu pai disse: "o jantar estava ótimo, Nancy, mas você esqueceu o purê de batatas."

Bem, na verdade não. Nossas batatas vieram desidratadas em forma de flocos em uma caixa com a única exigência de adicionar água e mexer. Eu poderia pegar ou largar isso. Eu sou mais uma garota de recheio, de qualquer maneira.

Podemos não ter comido no Dia de Ação de Graças daquele ano, mas posso garantir que havia purê de batata feito às escondidas depois do jantar e guardado com as outras sobras. Meu pai não cozinha. Ele fez ovos uma vez e talvez um pouco de espaguete, mas quando minha mãe estava fora, nós comemos pizza e Burger King. Ele pode não cozinhar, mas pode responder a todas e quaisquer perguntas relativas a aquecedores de água e manutenção de automóveis, então deixamos esse assunto passar. De qualquer forma, apesar de sua falta de experiência na cozinha, todos os anos depois do Dia de Ação de Graças, ele faz uma refeição especial. Vou poupar você do nome que ele cunhou para o seu mundo criação de sobras famosa da família, mas vamos apenas dizer que a comida tem um gosto melhor do que o seu nome. Tenho uma reputação a manter neste blog aqui e odiaria manchar meu bom nome compartilhando um detalhe tão desagradável.

Já que sou tão klassy e tudo.

Quatro dias longe do blog = prolixo Alison.

Então, nós nos divertimos. A viagem, apesar do problema do banheiro mencionado acima, transcorreu sem intercorrências.
O tempo que passamos com a irmã de Craig também foi adorável. Caroline se deu muito bem com sua prima, Erin, que é 6 meses mais velha. Eles eram inseparáveis, o que era ótimo para todos.

O jantar foi saboroso e a companhia foi igualmente agradável.

Na sexta-feira, em vez de enfrentar as multidões em busca de TVs de tela plana baratas e coletes infláveis ​​de US $ 7,50 da Target, dei um passeio de carro para visitar minha amiga, Sissy. Sissy e eu voltamos ao colégio, onde tínhamos cabelos castanhos cacheados e excelentes hábitos de estudo. Sissy ainda tem cabelos cacheados (e hábitos de estudo, eu presumo), então acho que isso mostra qual de nós recebeu um permanente imprudente naquela época.

Eu tive alguns daqueles permanentes imprudentes em minha juventude e desde então encontrei meu caminho de volta para o cabelo liso que Deus planejou que eu tivesse.

Foi muito bom visitar um velho amigo. Almoçamos, fizemos algumas compras e conversamos.
Não é nenhum segredo que me falta amizade verdadeira em minha vida cotidiana e, embora um almoço com um velho amigo não vá fazer nada para mudar isso, o encontro de sexta-feira era exatamente o que eu desejava.

Também estou muito orgulhoso de mim mesmo por ter enfrentado uma grande rodovia sozinho, sem a ajuda de um GPS (talvez eu devesse ter me levantado às 4h para comprar um na Black Friday), e não me perder. Fiquei um pouco desorientado uma vez, mas não me perdi. Esta é uma grande conquista para mim. Normalmente não dirijo muito longe sozinho. Não porque não posso, mas principalmente porque raramente me encontro em uma posição que exija isso.

Nosso tempo na NC foi agradável.
O trânsito na Virgínia não era agradável.
Nem um pouco.
O que nos levou 4 1/2 horas para dirigir na quinta-feira nos levou cerca de 7 horas (menos uma parada para jantar) no sábado.

Mesmo assim, valeu a pena.
Foi bom escapar do mundano.

Devíamos fazer isso com mais frequência.


Policiais trapalhões confundem Krispy Kreme Icing por Metanfetamina - Receitas

Especificamente 1-95 tráfego entre Richmond e DC. É terrível.

Nunca encontramos uma navegação tranquila naquele trecho de estrada, provavelmente não o faremos tão cedo.

Deixando de lado os problemas de trânsito, estou feliz em informar que Craig, Caroline e eu tivemos uma ótima viagem de Ação de Graças à Carolina do Norte para visitar a irmã de Craig e sua família. A viagem na quinta-feira foi fácil. Exceto pelo fato de que o McDonald's não foi aberto em alguma cidade com um nome que eu não me lembro, na I-95 na Virgínia, e tivemos que ficar em uma fila muito longa para usar o banheiro de um antigo posto de gasolina. O problema é o seguinte: não me importo de usar as instalações de uma loja de conveniência totalmente nova. Você sabe, o tipo com 18 bombas de gasolina e fontes de refrigerante que oferecem 27 variedades de refrigerante mais aquelas adições de bebida como baunilha, cereja e limão.

Eu posso lidar com isso. Novos postos de gasolina têm novos banheiros.

Me chame de exigente.
Chame-me de alta manutenção.
Me chame de esnobe de banheiro.
Me chame de qualquer coisa.
É tudo verdade.

Quando se trata de viajar e onde escolho fazer um pit stop, não estou disposto a sacrificar meus padrões.

Bem, a menos que eu realmente tenha que ir.

Em situações emergentes, como no tipo de situação "Eu não deveria ter conseguido a Coca Diet grande", apenas fecho os olhos, não toco em nada, o tempo todo torcendo para que Caroline esteja fazendo o mesmo. E então, é claro, faço o acompanhamento com grandes quantidades de sabão e água quente. e uma aplicação extra de desinfetante para as mãos, apenas para diversão.

Então, o McDonald's foi fechado. O que é bom para os trabalhadores, já que era Dia de Ação de Graças e tudo. Acho que o McDonald's em que trabalhei lá atrás estava aberto pelo menos durante a manhã do Dia de Ação de Graças para oferecer aos viajantes um café da manhã gostoso, quente e cheio de gordura trans e uma parada no banheiro, enquanto eles se empanturravam com o peru da vovó, tia Caçarola de feijão verde de Shirley e salada de gelatina da prima Velma.

E enquanto estou divagando, deixe-me apenas dizer que vivi em uma família que não fazia salada de gelatina NEM caçarola de feijão verde para o Dia de Ação de Graças. Caramba, eu não sabia o que era caçarola de feijão verde até que me mudei para a Flórida. Não há nada de errado com isso, eu comerei, se colocado na minha frente, mas simplesmente não era um grampo crescendo.

Talvez seja apenas uma coisa regional? No entanto, tenho certeza de que muitas famílias que vivem na costa oeste comem caçarola de feijão verde.
Comemos sopa de creme de cogumelos em outras aplicações, mas não sopa de creme de cogumelos misturada com feijão verde e cebolas fritas.

Somos apenas patos estranhos, suponho. Sim, provavelmente é isso.

Tivemos muitas ações de graças não convencionais. Por alguns anos, fomos ao cinema e depois saímos para comer. Yay para o buffet do dia da Turquia.
Um ano, sentamos para comer, apreciamos nossa refeição que minha mãe preparou com amor e então meu pai disse: "o jantar estava ótimo, Nancy, mas você esqueceu o purê de batatas."

Bem, na verdade não. Nossas batatas vieram desidratadas em forma de flocos em uma caixa com a única exigência de adicionar água e mexer. Eu poderia pegar ou largar isso. Eu sou mais uma garota de recheio, de qualquer maneira.

Podemos não ter comido no Dia de Ação de Graças daquele ano, mas posso garantir que havia purê de batata feito às escondidas depois do jantar e guardado com as outras sobras. Meu pai não cozinha. Ele fez ovos uma vez e talvez um pouco de espaguete, mas quando minha mãe estava fora, nós comemos pizza e Burger King. Ele pode não cozinhar, mas pode responder a todas e quaisquer perguntas relativas a aquecedores de água e manutenção de automóveis, então deixamos esse assunto passar. De qualquer forma, apesar de sua falta de experiência na cozinha, todos os anos depois do Dia de Ação de Graças, ele faz uma refeição especial. Vou poupar você do nome que ele cunhou para o seu mundo criação de sobras famosa da família, mas vamos apenas dizer que a comida tem um gosto melhor do que o seu nome. Tenho uma reputação a manter neste blog aqui e odiaria manchar meu bom nome compartilhando um detalhe tão desagradável.

Já que sou tão klassy e tudo.

Quatro dias longe do blog = prolixo Alison.

Então, nós nos divertimos. A viagem, apesar do problema do banheiro mencionado acima, transcorreu sem intercorrências.
O tempo que passamos com a irmã de Craig também foi adorável. Caroline se deu muito bem com sua prima, Erin, que é 6 meses mais velha. Eles eram inseparáveis, o que era ótimo para todos.

O jantar foi saboroso e a companhia foi igualmente agradável.

Na sexta-feira, em vez de enfrentar as multidões em busca de TVs de tela plana baratas e coletes infláveis ​​de US $ 7,50 da Target, dei um passeio de carro para visitar minha amiga, Sissy. Sissy e eu voltamos ao colégio, onde tínhamos cabelos castanhos cacheados e excelentes hábitos de estudo. Sissy ainda tem cabelos cacheados (e hábitos de estudo, eu presumo), então acho que isso mostra qual de nós recebeu um permanente imprudente naquela época.

Eu tive alguns daqueles permanentes imprudentes em minha juventude e desde então encontrei meu caminho de volta para o cabelo liso que Deus planejou que eu tivesse.

Foi muito bom visitar um velho amigo. Almoçamos, fizemos algumas compras e conversamos.
Não é nenhum segredo que me falta amizade verdadeira em minha vida cotidiana e, embora um almoço com um velho amigo não vá fazer nada para mudar isso, o encontro de sexta-feira era exatamente o que eu desejava.

Também estou muito orgulhoso de mim mesmo por ter enfrentado uma grande rodovia sozinho, sem a ajuda de um GPS (talvez eu devesse ter me levantado às 4h para comprar um na Black Friday), e não me perder. Fiquei um pouco desorientado uma vez, mas não me perdi. Esta é uma grande conquista para mim. Normalmente não dirijo muito longe sozinho. Não porque não posso, mas principalmente porque raramente me encontro em uma posição que exija isso.

Nosso tempo na NC foi agradável.
O trânsito na Virgínia não era agradável.
Nem um pouco.
O que nos levou 4 1/2 horas para dirigir na quinta-feira nos levou cerca de 7 horas (menos uma parada para jantar) no sábado.

Mesmo assim, valeu a pena.
Foi bom escapar do mundano.

Devíamos fazer isso com mais frequência.


Policiais trapalhões confundem Krispy Kreme Icing por Metanfetamina - Receitas

Especificamente 1-95 tráfego entre Richmond e DC. É terrível.

Nunca encontramos uma navegação tranquila naquele trecho de estrada, provavelmente não o faremos tão cedo.

Deixando de lado os problemas de trânsito, estou feliz em informar que Craig, Caroline e eu tivemos uma ótima viagem de Ação de Graças à Carolina do Norte para visitar a irmã de Craig e sua família. A viagem na quinta-feira foi fácil. Exceto pelo fato de que o McDonald's não foi aberto em alguma cidade com um nome que eu não me lembro, na I-95 na Virgínia, e tivemos que ficar em uma fila muito longa para usar o banheiro de um antigo posto de gasolina. Agora é o seguinte: não me importo de usar as instalações de uma loja de conveniência nova. Você sabe, o tipo com 18 bombas de gasolina e fontes de refrigerante que oferecem 27 variedades de refrigerante mais aquelas adições de bebida como baunilha, cereja e limão.

Eu posso lidar com isso. Novos postos de gasolina têm novos banheiros.

Me chame de exigente.
Chame-me de alta manutenção.
Me chame de esnobe de banheiro.
Me chame de qualquer coisa.
É tudo verdade.

Quando se trata de viajar e onde escolho fazer um pit stop, não estou disposto a sacrificar meus padrões.

Bem, a menos que eu realmente tenha que ir.

Em situações emergentes, como no tipo de situação "Eu não deveria ter conseguido a Coca Diet grande", apenas fecho os olhos, não toco em nada, o tempo todo torcendo para que Caroline esteja fazendo o mesmo. E então, é claro, faço o acompanhamento com grandes quantidades de sabão e água quente. e uma aplicação extra de desinfetante para as mãos, apenas para diversão.

Então, o McDonald's foi fechado. O que é bom para os trabalhadores, já que era Dia de Ação de Graças e tudo. Acho que o McDonald's em que trabalhei durante o dia estava aberto pelo menos durante a manhã do Dia de Ação de Graças para oferecer aos viajantes um café da manhã gostoso e quente com gordura trans e uma parada no banheiro, enquanto eles se empanturravam com o peru da vovó, tia Caçarola de feijão verde de Shirley e salada de gelatina da prima Velma.

E enquanto estou divagando, deixe-me apenas dizer que vivi em uma família que não fazia salada de gelatina NEM caçarola de feijão verde para o Dia de Ação de Graças. Caramba, eu não sabia o que era caçarola de feijão verde até que me mudei para a Flórida. Não há nada de errado com isso, eu comerei, se colocado na minha frente, mas simplesmente não era um grampo crescendo.

Talvez seja apenas uma coisa regional? No entanto, tenho certeza de que muitas famílias que vivem na costa oeste comem caçarola de feijão verde.
Comemos sopa de creme de cogumelos em outras aplicações, mas não sopa de creme de cogumelos misturada com feijão verde e cebolas fritas.

Somos apenas patos estranhos, suponho. Sim, provavelmente é isso.

Tivemos muitas ações de graças não convencionais. Por alguns anos, fomos ao cinema e depois saímos para comer. Yay para o buffet do dia da Turquia.
Um ano, sentamos para comer, apreciamos nossa refeição que minha mãe preparou com amor e então meu pai disse: "o jantar estava ótimo, Nancy, mas você esqueceu o purê de batatas".

Bem, na verdade não. Nossas batatas vieram desidratadas em forma de flocos em uma caixa com a única exigência de adicionar água e mexer. Eu poderia pegar ou largar isso. Eu sou mais uma garota de recheio, de qualquer maneira.

Podemos não ter comido no Dia de Ação de Graças daquele ano, mas posso garantir que havia purê de batata feito às escondidas depois do jantar e guardado com as outras sobras. Meu pai não cozinha. Ele fez ovos uma vez e talvez um pouco de espaguete, mas quando minha mãe estava fora, nós comemos pizza e Burger King. Ele pode não cozinhar, mas pode responder a todas e quaisquer perguntas relativas a aquecedores de água e manutenção de automóveis, então deixamos esse assunto passar. De qualquer forma, apesar de sua falta de experiência na cozinha, todos os anos depois do Dia de Ação de Graças, ele faz uma refeição especial. Vou poupar você do nome que ele cunhou para o seu mundo criação de sobras famosa da família, mas vamos apenas dizer que a comida tem um gosto melhor do que o seu nome. Tenho uma reputação a manter neste blog aqui e odiaria manchar meu bom nome compartilhando um detalhe tão desagradável.

Já que sou tão klassy e tudo.

Quatro dias longe do blog = prolixo Alison.

Então, nós nos divertimos. A viagem, apesar do problema do banheiro mencionado acima, transcorreu sem intercorrências.
O tempo que passamos com a irmã de Craig também foi adorável. Caroline se deu muito bem com sua prima, Erin, que é 6 meses mais velha. Eles eram inseparáveis, o que era ótimo para todos.

O jantar foi saboroso e a companhia foi igualmente agradável.

Na sexta-feira, em vez de enfrentar as multidões em busca de TVs de tela plana baratas e coletes infláveis ​​de US $ 7,50 da Target, dei um passeio de carro para visitar minha amiga, Sissy. Sissy e eu voltamos ao colégio, onde tínhamos cabelos castanhos cacheados e excelentes hábitos de estudo. Sissy ainda tem cabelos cacheados (e hábitos de estudo, eu presumo), então acho que isso mostra qual de nós recebeu um permanente imprudente naquela época.

Eu tive alguns daqueles permanentes imprudentes em minha juventude e desde então encontrei meu caminho de volta para o cabelo liso que Deus planejou que eu tivesse.

Foi muito bom visitar um velho amigo. Almoçamos, fizemos algumas compras e conversamos.
Não é nenhum segredo que me falta amizade verdadeira em minha vida cotidiana e, embora um almoço com um velho amigo não vá fazer nada para mudar isso, o encontro de sexta-feira era exatamente o que eu desejava.

Também estou muito orgulhoso de mim mesmo por ter enfrentado uma grande estrada sozinho, sem a ajuda de um GPS (talvez eu devesse ter me levantado às 4h para comprar um na Black Friday), e não me perder. Fiquei um pouco desorientado uma vez, mas não me perdi. Esta é uma grande conquista para mim. Normalmente não dirijo muito longe sozinho. Não porque não posso, mas principalmente porque raramente me encontro em uma posição que exija isso.

Nosso tempo na NC foi agradável.
O trânsito na Virgínia não era agradável.
Nem um pouco.
O que nos levou 4 1/2 horas para dirigir na quinta-feira nos levou cerca de 7 horas (menos uma parada para jantar) no sábado.

Mesmo assim, valeu a pena.
Foi bom escapar do mundano.

Devíamos fazer isso com mais frequência.


Policiais trapalhões confundem Krispy Kreme Icing por Metanfetamina - Receitas

Especificamente 1-95 tráfego entre Richmond e DC. É terrível.

Nunca encontramos uma navegação tranquila naquele trecho de estrada, provavelmente não o faremos tão cedo.

Deixando de lado os problemas de trânsito, estou feliz em informar que Craig, Caroline e eu tivemos uma ótima viagem de Ação de Graças à Carolina do Norte para visitar a irmã de Craig e sua família. A viagem na quinta-feira foi fácil. Exceto pelo fato de que o McDonald's não foi aberto em alguma cidade com um nome que eu não me lembro, na I-95 na Virgínia, e tivemos que ficar em uma fila muito longa para usar o banheiro de um antigo posto de gasolina. Agora é o seguinte: não me importo de usar as instalações de uma loja de conveniência nova. Você sabe, o tipo com 18 bombas de gasolina e fontes de refrigerante que oferecem 27 variedades de refrigerante mais aquelas adições de bebida como baunilha, cereja e limão.

Eu posso lidar com isso. Novos postos de gasolina têm novos banheiros.

Me chame de exigente.
Chame-me de alta manutenção.
Me chame de esnobe de banheiro.
Me chame de qualquer coisa.
É tudo verdade.

Quando se trata de viajar e onde escolho fazer um pit stop, não estou disposto a sacrificar meus padrões.

Bem, a menos que eu realmente tenha que ir.

Em situações emergentes, como no tipo de situação "Eu não deveria ter conseguido a Coca Diet grande", eu apenas fecho os olhos, não toco em nada, o tempo todo esperando que Caroline esteja fazendo o mesmo. E então, é claro, faço o acompanhamento com grandes quantidades de sabão e água quente. e uma aplicação extra de desinfetante para as mãos, apenas para diversão.

Então, o McDonald's foi fechado. O que é bom para os trabalhadores, já que era Dia de Ação de Graças e tudo. Acho que o McDonald's em que trabalhei lá atrás estava aberto pelo menos durante a manhã do Dia de Ação de Graças para oferecer aos viajantes um café da manhã gostoso, quente e cheio de gordura trans e uma parada no banheiro, enquanto eles se empanturravam com o peru da vovó, tia Caçarola de feijão verde de Shirley e salada de gelatina da prima Velma.

E enquanto estou divagando, deixe-me apenas dizer que vivi em uma família que não fazia salada de gelatina OU caçarola de feijão verde para o Dia de Ação de Graças. Caramba, eu não sabia o que era caçarola de feijão verde até que me mudei para a Flórida. Não há nada de errado com isso, eu comerei, se colocado na minha frente, mas simplesmente não era um grampo crescendo.

Talvez seja apenas uma coisa regional? No entanto, tenho certeza de que muitas famílias que vivem na costa oeste comem caçarola de feijão verde.
Comemos sopa de creme de cogumelos em outras aplicações, mas não sopa de creme de cogumelos misturada com feijão verde e cebolas fritas.

Somos apenas patos estranhos, suponho. Sim, provavelmente é isso.

Tivemos muitas ações de graças não convencionais. Por alguns anos, fomos ao cinema e depois saímos para comer. Yay para o buffet do dia da Turquia.
Um ano, sentamos para comer, apreciamos nossa refeição que minha mãe preparou com amor e então meu pai disse: "o jantar estava ótimo, Nancy, mas você esqueceu o purê de batatas."

Bem, na verdade não. Nossas batatas vieram desidratadas em forma de flocos em uma caixa com a única exigência de adicionar água e mexer. Eu poderia pegar ou largar isso. Eu sou mais uma garota de recheio, de qualquer maneira.

Podemos não ter comido no Dia de Ação de Graças daquele ano, mas posso garantir que havia purê de batata feito às escondidas depois do jantar e guardado com as outras sobras. Meu pai não cozinha. Ele fez ovos uma vez e talvez um pouco de espaguete, mas quando minha mãe estava fora, nós comemos pizza e Burger King. Ele pode não cozinhar, mas pode responder a todas e quaisquer perguntas relacionadas a aquecedores de água e manutenção de automóveis, então deixamos esse assunto passar. De qualquer forma, apesar de sua falta de experiência na cozinha, todos os anos depois do Dia de Ação de Graças, ele faz uma refeição especial. Vou poupar você do nome que ele cunhou para o seu mundo criação de sobras famosa da família, mas vamos apenas dizer que a comida tem um gosto melhor do que o seu nome. Tenho uma reputação a manter neste blog aqui e odiaria manchar meu bom nome compartilhando um detalhe tão desagradável.

Já que sou tão klassy e tudo.

Quatro dias longe do blog = prolixo Alison.

Então, nós nos divertimos. A viagem, apesar do problema do banheiro mencionado acima, transcorreu sem intercorrências.
O tempo que passamos com a irmã de Craig também foi adorável. Caroline se deu muito bem com sua prima, Erin, que é 6 meses mais velha. Eles eram inseparáveis, o que era ótimo para todos.

O jantar foi saboroso e a companhia foi igualmente agradável.

Na sexta-feira, em vez de enfrentar as multidões em busca de TVs de tela plana baratas e coletes infláveis ​​de US $ 7,50 da Target, dei um passeio de carro para visitar minha amiga, Sissy. Sissy e eu voltamos ao colégio, onde tínhamos cabelos castanhos cacheados e excelentes hábitos de estudo. Sissy ainda tem cabelos cacheados (e hábitos de estudo, eu presumo), então acho que isso mostra qual de nós recebeu um permanente imprudente naquela época.

Eu tive alguns daqueles permanentes imprudentes em minha juventude e desde então encontrei meu caminho de volta para o cabelo liso que Deus planejou que eu tivesse.

Foi muito bom visitar um velho amigo. Almoçamos, fizemos algumas compras e conversamos.
Não é nenhum segredo que me falta amizade verdadeira em minha vida cotidiana e, embora um almoço com um velho amigo não vá fazer nada para mudar isso, o encontro de sexta-feira era exatamente o que eu desejava.

Também estou muito orgulhoso de mim mesmo por ter enfrentado uma grande estrada sozinho, sem a ajuda de um GPS (talvez eu devesse ter me levantado às 4h para comprar um na Black Friday), e não me perder. Fiquei um pouco desorientado uma vez, mas não me perdi. Esta é uma grande conquista para mim. Normalmente não dirijo muito longe sozinho. Não porque não posso, mas principalmente porque raramente me encontro em uma posição que exija isso.

Nosso tempo na NC foi agradável.
O trânsito na Virgínia não era agradável.
Nem um pouco.
O que nos levou 4 1/2 horas para dirigir na quinta-feira nos levou cerca de 7 horas (menos uma parada para jantar) no sábado.

Mesmo assim, valeu a pena.
Foi bom escapar do mundano.

Devíamos fazer isso com mais frequência.


Policiais trapalhões confundem Krispy Kreme Icing por Metanfetamina - Receitas

Specifically 1-95 traffic between Richmond and DC. É terrível.

We've never encountered smooth sailing on that stretch of road chances are we won't any time soon.

Traffic woes aside, I'm happy to report that Craig, Caroline and I had a nice Thanksgiving trip to North Carolina to visit with Craig's sister and her family. The trip on Thursday was effortless. Except for the fact that McDonald's wasn't open in some town with a name that I do not recall, on I-95 in Virginia, and we had to stand in a very long line to use the restroom in an OLD gas station. Now here's the thing: I don't mind using the facilities in a brand new convenience store. You know, the kind with 18 gas pumps and soda fountains that offer 27 varieties of soda plus those drink additions like vanilla, cherry and lemon.

Those I can handle. New gas stations have new bathrooms.

Call me picky.
Call me high maintenance.
Call me a bathroom snob.
Call me whatever.
It's all true.

When it comes to travel and where I choose to make a pit stop, I'm not willing to sacrifice my standards.

Well, unless I REALLY have to go.

In emergent situations, as in the "I souldn't have gotten the large diet Coke" type of situation, I just close my eyes, don't touch a thing, all the while hoping Caroline is doing the same. And then, of course, I follow up with copious amounts of soap and hot water. and an extra application of hand sanitizer, just for kicks.

So, McDonald's was closed. Which is nice for the workers, since it was Thanksgiving and all. I think the McDonald's I worked at way back in the day was open for at least the morning on Thanksgiving to provide travelers with a nice, hot, trans fat laden breakfast and bathroom pit stop while on their way to gorge themselves on Grandma's turkey, Aunt Shirley's green bean casserole and Cousin Velma's jello salad.

And while I'm rambling, let me just say that I lived in a family that did not make jello salad OR green bean casserole for Thanksgiving. Heck, I didn't know what green bean casserole was until I moved to Florida. There is nothing wrong with it, I'll eat it, if placed in front of me, but it just wasn't a staple growing up.

Perhaps it's just a regional thing? However, I'm sure many families living on the west coast eat green bean casserole.
We ate cream of mushroom soup in other applications just not cream of mushroom soup mixed with green beans and french fried onions.

We're just odd ducks, I suppose. Yep, that's probably it.

We've had many unconventional Thanksgivings. For a few years we went to the movies and then went out to eat. Yay for Turkey Day buffet.
One year, we sat down to eat, enjoyed our meal that my mom lovingly prepared and then my dad said, "the dinner was great, Nancy, but you forgot the mashed potatoes."

Well, not really. Our potatoes came dehydrated in flake form in a box with the only requirement being to add water and stir. I could take or leave those. I'm more of a stuffing girl, anyway.

We may not have eaten them on Thanksgiving that year, but I can assure you that there were some mashed potatoes made on the sly after dinner and stored away with the other leftovers. My dad doesn't cook. He made eggs once and perhaps some spaghetti, but when my mom was away, we ate pizza and Burger King. He may not cook, but he can answer any and all questions pertaining to hot water heaters and car maintenance, so we let that slide. Anyway, despite his lack of kitchen experience, every year after Thanksgiving, he makes a special meal. I'll spare you the name he coined for his world family famous leftover creation, but let's just say that the food tastes better than it's name. I have a reputation to maintain on this here blog and would hate to soil my good name by sharing such a distasteful detail.

Since I'm so klassy and all.

Four days away from the blog = wordy Alison.

So, we had a nice time. The trip, despite the aforementioned bathroom issue, was uneventful.
Our time spent with Craig's sister was lovely, as well. Caroline hit it off big time with her cousin, Erin, who is 6 months older. They were inseparable, which was great for every one.

Dinner was tasty and the company was equally as enjoyable.

On Friday, instead of braving the crowds in search of cheap flat screen TVs and $7.50 puffer vests from Target, I took a drive to visit my pal, Sissy. Sissy and I go way back back to high school, where we both had curly brown hair and excellent study habits. Sissy still has curly hair (and study habits, I presume), so I guess that goes to show which one of us was the recipient of an ill-advised perm back then.

I had a few of those ill-advised perms in my younger years and have since found my way back to the straight hair God intended for me to have.

It was really nice to visit with an old friend. We had lunch, did a little shopping and talked.
It's no secret that I lack true friendship in my everyday life and while one lunch with an old friend won't do anything to change that, Friday's meet up was just what I was craving.

I'm also quite proud of myself for braving major highway all by myself, without the help of a GPS (perhaps I should have gotten up at 4am to buy one on Black Friday), and not getting lost. I got slightly disoriented once, but I did not get lost. This is a huge accomplishment for me. I don't usually drive very far by myself. Not because I can't, but mostly because I rarely find myself in a position that requires it.

Our time in NC was enjoyable.
The traffic in Virginia was not enjoyable.
Nem um pouco.
What took us 4 1/2 hours to drive on Thursday took us around 7 hours (minus a stop for dinner) on Saturday.

Even so, it was worth it.
It was nice to escape from the mundane.

We should do that more often.


Bumbling Cops Mistake Krispy Kreme Icing for Meth - Recipes

Specifically 1-95 traffic between Richmond and DC. É terrível.

We've never encountered smooth sailing on that stretch of road chances are we won't any time soon.

Traffic woes aside, I'm happy to report that Craig, Caroline and I had a nice Thanksgiving trip to North Carolina to visit with Craig's sister and her family. The trip on Thursday was effortless. Except for the fact that McDonald's wasn't open in some town with a name that I do not recall, on I-95 in Virginia, and we had to stand in a very long line to use the restroom in an OLD gas station. Now here's the thing: I don't mind using the facilities in a brand new convenience store. You know, the kind with 18 gas pumps and soda fountains that offer 27 varieties of soda plus those drink additions like vanilla, cherry and lemon.

Those I can handle. New gas stations have new bathrooms.

Call me picky.
Call me high maintenance.
Call me a bathroom snob.
Call me whatever.
It's all true.

When it comes to travel and where I choose to make a pit stop, I'm not willing to sacrifice my standards.

Well, unless I REALLY have to go.

In emergent situations, as in the "I souldn't have gotten the large diet Coke" type of situation, I just close my eyes, don't touch a thing, all the while hoping Caroline is doing the same. And then, of course, I follow up with copious amounts of soap and hot water. and an extra application of hand sanitizer, just for kicks.

So, McDonald's was closed. Which is nice for the workers, since it was Thanksgiving and all. I think the McDonald's I worked at way back in the day was open for at least the morning on Thanksgiving to provide travelers with a nice, hot, trans fat laden breakfast and bathroom pit stop while on their way to gorge themselves on Grandma's turkey, Aunt Shirley's green bean casserole and Cousin Velma's jello salad.

And while I'm rambling, let me just say that I lived in a family that did not make jello salad OR green bean casserole for Thanksgiving. Heck, I didn't know what green bean casserole was until I moved to Florida. There is nothing wrong with it, I'll eat it, if placed in front of me, but it just wasn't a staple growing up.

Perhaps it's just a regional thing? However, I'm sure many families living on the west coast eat green bean casserole.
We ate cream of mushroom soup in other applications just not cream of mushroom soup mixed with green beans and french fried onions.

We're just odd ducks, I suppose. Yep, that's probably it.

We've had many unconventional Thanksgivings. For a few years we went to the movies and then went out to eat. Yay for Turkey Day buffet.
One year, we sat down to eat, enjoyed our meal that my mom lovingly prepared and then my dad said, "the dinner was great, Nancy, but you forgot the mashed potatoes."

Well, not really. Our potatoes came dehydrated in flake form in a box with the only requirement being to add water and stir. I could take or leave those. I'm more of a stuffing girl, anyway.

We may not have eaten them on Thanksgiving that year, but I can assure you that there were some mashed potatoes made on the sly after dinner and stored away with the other leftovers. My dad doesn't cook. He made eggs once and perhaps some spaghetti, but when my mom was away, we ate pizza and Burger King. He may not cook, but he can answer any and all questions pertaining to hot water heaters and car maintenance, so we let that slide. Anyway, despite his lack of kitchen experience, every year after Thanksgiving, he makes a special meal. I'll spare you the name he coined for his world family famous leftover creation, but let's just say that the food tastes better than it's name. I have a reputation to maintain on this here blog and would hate to soil my good name by sharing such a distasteful detail.

Since I'm so klassy and all.

Four days away from the blog = wordy Alison.

So, we had a nice time. The trip, despite the aforementioned bathroom issue, was uneventful.
Our time spent with Craig's sister was lovely, as well. Caroline hit it off big time with her cousin, Erin, who is 6 months older. They were inseparable, which was great for every one.

Dinner was tasty and the company was equally as enjoyable.

On Friday, instead of braving the crowds in search of cheap flat screen TVs and $7.50 puffer vests from Target, I took a drive to visit my pal, Sissy. Sissy and I go way back back to high school, where we both had curly brown hair and excellent study habits. Sissy still has curly hair (and study habits, I presume), so I guess that goes to show which one of us was the recipient of an ill-advised perm back then.

I had a few of those ill-advised perms in my younger years and have since found my way back to the straight hair God intended for me to have.

It was really nice to visit with an old friend. We had lunch, did a little shopping and talked.
It's no secret that I lack true friendship in my everyday life and while one lunch with an old friend won't do anything to change that, Friday's meet up was just what I was craving.

I'm also quite proud of myself for braving major highway all by myself, without the help of a GPS (perhaps I should have gotten up at 4am to buy one on Black Friday), and not getting lost. I got slightly disoriented once, but I did not get lost. This is a huge accomplishment for me. I don't usually drive very far by myself. Not because I can't, but mostly because I rarely find myself in a position that requires it.

Our time in NC was enjoyable.
The traffic in Virginia was not enjoyable.
Nem um pouco.
What took us 4 1/2 hours to drive on Thursday took us around 7 hours (minus a stop for dinner) on Saturday.

Even so, it was worth it.
It was nice to escape from the mundane.

We should do that more often.


Bumbling Cops Mistake Krispy Kreme Icing for Meth - Recipes

Specifically 1-95 traffic between Richmond and DC. É terrível.

We've never encountered smooth sailing on that stretch of road chances are we won't any time soon.

Traffic woes aside, I'm happy to report that Craig, Caroline and I had a nice Thanksgiving trip to North Carolina to visit with Craig's sister and her family. The trip on Thursday was effortless. Except for the fact that McDonald's wasn't open in some town with a name that I do not recall, on I-95 in Virginia, and we had to stand in a very long line to use the restroom in an OLD gas station. Now here's the thing: I don't mind using the facilities in a brand new convenience store. You know, the kind with 18 gas pumps and soda fountains that offer 27 varieties of soda plus those drink additions like vanilla, cherry and lemon.

Those I can handle. New gas stations have new bathrooms.

Call me picky.
Call me high maintenance.
Call me a bathroom snob.
Call me whatever.
It's all true.

When it comes to travel and where I choose to make a pit stop, I'm not willing to sacrifice my standards.

Well, unless I REALLY have to go.

In emergent situations, as in the "I souldn't have gotten the large diet Coke" type of situation, I just close my eyes, don't touch a thing, all the while hoping Caroline is doing the same. And then, of course, I follow up with copious amounts of soap and hot water. and an extra application of hand sanitizer, just for kicks.

So, McDonald's was closed. Which is nice for the workers, since it was Thanksgiving and all. I think the McDonald's I worked at way back in the day was open for at least the morning on Thanksgiving to provide travelers with a nice, hot, trans fat laden breakfast and bathroom pit stop while on their way to gorge themselves on Grandma's turkey, Aunt Shirley's green bean casserole and Cousin Velma's jello salad.

And while I'm rambling, let me just say that I lived in a family that did not make jello salad OR green bean casserole for Thanksgiving. Heck, I didn't know what green bean casserole was until I moved to Florida. There is nothing wrong with it, I'll eat it, if placed in front of me, but it just wasn't a staple growing up.

Perhaps it's just a regional thing? However, I'm sure many families living on the west coast eat green bean casserole.
We ate cream of mushroom soup in other applications just not cream of mushroom soup mixed with green beans and french fried onions.

We're just odd ducks, I suppose. Yep, that's probably it.

We've had many unconventional Thanksgivings. For a few years we went to the movies and then went out to eat. Yay for Turkey Day buffet.
One year, we sat down to eat, enjoyed our meal that my mom lovingly prepared and then my dad said, "the dinner was great, Nancy, but you forgot the mashed potatoes."

Well, not really. Our potatoes came dehydrated in flake form in a box with the only requirement being to add water and stir. I could take or leave those. I'm more of a stuffing girl, anyway.

We may not have eaten them on Thanksgiving that year, but I can assure you that there were some mashed potatoes made on the sly after dinner and stored away with the other leftovers. My dad doesn't cook. He made eggs once and perhaps some spaghetti, but when my mom was away, we ate pizza and Burger King. He may not cook, but he can answer any and all questions pertaining to hot water heaters and car maintenance, so we let that slide. Anyway, despite his lack of kitchen experience, every year after Thanksgiving, he makes a special meal. I'll spare you the name he coined for his world family famous leftover creation, but let's just say that the food tastes better than it's name. I have a reputation to maintain on this here blog and would hate to soil my good name by sharing such a distasteful detail.

Since I'm so klassy and all.

Four days away from the blog = wordy Alison.

So, we had a nice time. The trip, despite the aforementioned bathroom issue, was uneventful.
Our time spent with Craig's sister was lovely, as well. Caroline hit it off big time with her cousin, Erin, who is 6 months older. They were inseparable, which was great for every one.

Dinner was tasty and the company was equally as enjoyable.

On Friday, instead of braving the crowds in search of cheap flat screen TVs and $7.50 puffer vests from Target, I took a drive to visit my pal, Sissy. Sissy and I go way back back to high school, where we both had curly brown hair and excellent study habits. Sissy still has curly hair (and study habits, I presume), so I guess that goes to show which one of us was the recipient of an ill-advised perm back then.

I had a few of those ill-advised perms in my younger years and have since found my way back to the straight hair God intended for me to have.

It was really nice to visit with an old friend. We had lunch, did a little shopping and talked.
It's no secret that I lack true friendship in my everyday life and while one lunch with an old friend won't do anything to change that, Friday's meet up was just what I was craving.

I'm also quite proud of myself for braving major highway all by myself, without the help of a GPS (perhaps I should have gotten up at 4am to buy one on Black Friday), and not getting lost. I got slightly disoriented once, but I did not get lost. This is a huge accomplishment for me. I don't usually drive very far by myself. Not because I can't, but mostly because I rarely find myself in a position that requires it.

Our time in NC was enjoyable.
The traffic in Virginia was not enjoyable.
Nem um pouco.
What took us 4 1/2 hours to drive on Thursday took us around 7 hours (minus a stop for dinner) on Saturday.

Even so, it was worth it.
It was nice to escape from the mundane.

We should do that more often.


Bumbling Cops Mistake Krispy Kreme Icing for Meth - Recipes

Specifically 1-95 traffic between Richmond and DC. É terrível.

We've never encountered smooth sailing on that stretch of road chances are we won't any time soon.

Traffic woes aside, I'm happy to report that Craig, Caroline and I had a nice Thanksgiving trip to North Carolina to visit with Craig's sister and her family. The trip on Thursday was effortless. Except for the fact that McDonald's wasn't open in some town with a name that I do not recall, on I-95 in Virginia, and we had to stand in a very long line to use the restroom in an OLD gas station. Now here's the thing: I don't mind using the facilities in a brand new convenience store. You know, the kind with 18 gas pumps and soda fountains that offer 27 varieties of soda plus those drink additions like vanilla, cherry and lemon.

Those I can handle. New gas stations have new bathrooms.

Call me picky.
Call me high maintenance.
Call me a bathroom snob.
Call me whatever.
It's all true.

When it comes to travel and where I choose to make a pit stop, I'm not willing to sacrifice my standards.

Well, unless I REALLY have to go.

In emergent situations, as in the "I souldn't have gotten the large diet Coke" type of situation, I just close my eyes, don't touch a thing, all the while hoping Caroline is doing the same. And then, of course, I follow up with copious amounts of soap and hot water. and an extra application of hand sanitizer, just for kicks.

So, McDonald's was closed. Which is nice for the workers, since it was Thanksgiving and all. I think the McDonald's I worked at way back in the day was open for at least the morning on Thanksgiving to provide travelers with a nice, hot, trans fat laden breakfast and bathroom pit stop while on their way to gorge themselves on Grandma's turkey, Aunt Shirley's green bean casserole and Cousin Velma's jello salad.

And while I'm rambling, let me just say that I lived in a family that did not make jello salad OR green bean casserole for Thanksgiving. Heck, I didn't know what green bean casserole was until I moved to Florida. There is nothing wrong with it, I'll eat it, if placed in front of me, but it just wasn't a staple growing up.

Perhaps it's just a regional thing? However, I'm sure many families living on the west coast eat green bean casserole.
We ate cream of mushroom soup in other applications just not cream of mushroom soup mixed with green beans and french fried onions.

We're just odd ducks, I suppose. Yep, that's probably it.

We've had many unconventional Thanksgivings. For a few years we went to the movies and then went out to eat. Yay for Turkey Day buffet.
One year, we sat down to eat, enjoyed our meal that my mom lovingly prepared and then my dad said, "the dinner was great, Nancy, but you forgot the mashed potatoes."

Well, not really. Our potatoes came dehydrated in flake form in a box with the only requirement being to add water and stir. I could take or leave those. I'm more of a stuffing girl, anyway.

We may not have eaten them on Thanksgiving that year, but I can assure you that there were some mashed potatoes made on the sly after dinner and stored away with the other leftovers. My dad doesn't cook. He made eggs once and perhaps some spaghetti, but when my mom was away, we ate pizza and Burger King. He may not cook, but he can answer any and all questions pertaining to hot water heaters and car maintenance, so we let that slide. Anyway, despite his lack of kitchen experience, every year after Thanksgiving, he makes a special meal. I'll spare you the name he coined for his world family famous leftover creation, but let's just say that the food tastes better than it's name. I have a reputation to maintain on this here blog and would hate to soil my good name by sharing such a distasteful detail.

Since I'm so klassy and all.

Four days away from the blog = wordy Alison.

So, we had a nice time. The trip, despite the aforementioned bathroom issue, was uneventful.
Our time spent with Craig's sister was lovely, as well. Caroline hit it off big time with her cousin, Erin, who is 6 months older. They were inseparable, which was great for every one.

Dinner was tasty and the company was equally as enjoyable.

On Friday, instead of braving the crowds in search of cheap flat screen TVs and $7.50 puffer vests from Target, I took a drive to visit my pal, Sissy. Sissy and I go way back back to high school, where we both had curly brown hair and excellent study habits. Sissy still has curly hair (and study habits, I presume), so I guess that goes to show which one of us was the recipient of an ill-advised perm back then.

I had a few of those ill-advised perms in my younger years and have since found my way back to the straight hair God intended for me to have.

It was really nice to visit with an old friend. We had lunch, did a little shopping and talked.
It's no secret that I lack true friendship in my everyday life and while one lunch with an old friend won't do anything to change that, Friday's meet up was just what I was craving.

I'm also quite proud of myself for braving major highway all by myself, without the help of a GPS (perhaps I should have gotten up at 4am to buy one on Black Friday), and not getting lost. I got slightly disoriented once, but I did not get lost. This is a huge accomplishment for me. I don't usually drive very far by myself. Not because I can't, but mostly because I rarely find myself in a position that requires it.

Our time in NC was enjoyable.
The traffic in Virginia was not enjoyable.
Nem um pouco.
What took us 4 1/2 hours to drive on Thursday took us around 7 hours (minus a stop for dinner) on Saturday.

Even so, it was worth it.
It was nice to escape from the mundane.

We should do that more often.


Bumbling Cops Mistake Krispy Kreme Icing for Meth - Recipes

Specifically 1-95 traffic between Richmond and DC. É terrível.

We've never encountered smooth sailing on that stretch of road chances are we won't any time soon.

Traffic woes aside, I'm happy to report that Craig, Caroline and I had a nice Thanksgiving trip to North Carolina to visit with Craig's sister and her family. The trip on Thursday was effortless. Except for the fact that McDonald's wasn't open in some town with a name that I do not recall, on I-95 in Virginia, and we had to stand in a very long line to use the restroom in an OLD gas station. Now here's the thing: I don't mind using the facilities in a brand new convenience store. You know, the kind with 18 gas pumps and soda fountains that offer 27 varieties of soda plus those drink additions like vanilla, cherry and lemon.

Those I can handle. New gas stations have new bathrooms.

Call me picky.
Call me high maintenance.
Call me a bathroom snob.
Call me whatever.
It's all true.

When it comes to travel and where I choose to make a pit stop, I'm not willing to sacrifice my standards.

Well, unless I REALLY have to go.

In emergent situations, as in the "I souldn't have gotten the large diet Coke" type of situation, I just close my eyes, don't touch a thing, all the while hoping Caroline is doing the same. And then, of course, I follow up with copious amounts of soap and hot water. and an extra application of hand sanitizer, just for kicks.

So, McDonald's was closed. Which is nice for the workers, since it was Thanksgiving and all. I think the McDonald's I worked at way back in the day was open for at least the morning on Thanksgiving to provide travelers with a nice, hot, trans fat laden breakfast and bathroom pit stop while on their way to gorge themselves on Grandma's turkey, Aunt Shirley's green bean casserole and Cousin Velma's jello salad.

And while I'm rambling, let me just say that I lived in a family that did not make jello salad OR green bean casserole for Thanksgiving. Heck, I didn't know what green bean casserole was until I moved to Florida. There is nothing wrong with it, I'll eat it, if placed in front of me, but it just wasn't a staple growing up.

Perhaps it's just a regional thing? However, I'm sure many families living on the west coast eat green bean casserole.
We ate cream of mushroom soup in other applications just not cream of mushroom soup mixed with green beans and french fried onions.

We're just odd ducks, I suppose. Yep, that's probably it.

We've had many unconventional Thanksgivings. For a few years we went to the movies and then went out to eat. Yay for Turkey Day buffet.
One year, we sat down to eat, enjoyed our meal that my mom lovingly prepared and then my dad said, "the dinner was great, Nancy, but you forgot the mashed potatoes."

Well, not really. Our potatoes came dehydrated in flake form in a box with the only requirement being to add water and stir. I could take or leave those. I'm more of a stuffing girl, anyway.

We may not have eaten them on Thanksgiving that year, but I can assure you that there were some mashed potatoes made on the sly after dinner and stored away with the other leftovers. My dad doesn't cook. He made eggs once and perhaps some spaghetti, but when my mom was away, we ate pizza and Burger King. He may not cook, but he can answer any and all questions pertaining to hot water heaters and car maintenance, so we let that slide. Anyway, despite his lack of kitchen experience, every year after Thanksgiving, he makes a special meal. I'll spare you the name he coined for his world family famous leftover creation, but let's just say that the food tastes better than it's name. I have a reputation to maintain on this here blog and would hate to soil my good name by sharing such a distasteful detail.

Since I'm so klassy and all.

Four days away from the blog = wordy Alison.

So, we had a nice time. The trip, despite the aforementioned bathroom issue, was uneventful.
Our time spent with Craig's sister was lovely, as well. Caroline hit it off big time with her cousin, Erin, who is 6 months older. They were inseparable, which was great for every one.

Dinner was tasty and the company was equally as enjoyable.

On Friday, instead of braving the crowds in search of cheap flat screen TVs and $7.50 puffer vests from Target, I took a drive to visit my pal, Sissy. Sissy and I go way back back to high school, where we both had curly brown hair and excellent study habits. Sissy still has curly hair (and study habits, I presume), so I guess that goes to show which one of us was the recipient of an ill-advised perm back then.

I had a few of those ill-advised perms in my younger years and have since found my way back to the straight hair God intended for me to have.

It was really nice to visit with an old friend. We had lunch, did a little shopping and talked.
It's no secret that I lack true friendship in my everyday life and while one lunch with an old friend won't do anything to change that, Friday's meet up was just what I was craving.

I'm also quite proud of myself for braving major highway all by myself, without the help of a GPS (perhaps I should have gotten up at 4am to buy one on Black Friday), and not getting lost. I got slightly disoriented once, but I did not get lost. This is a huge accomplishment for me. I don't usually drive very far by myself. Not because I can't, but mostly because I rarely find myself in a position that requires it.

Our time in NC was enjoyable.
The traffic in Virginia was not enjoyable.
Nem um pouco.
What took us 4 1/2 hours to drive on Thursday took us around 7 hours (minus a stop for dinner) on Saturday.

Even so, it was worth it.
It was nice to escape from the mundane.

We should do that more often.


Assista o vídeo: People camping in Moscow to be first to taste Krispy Kreme (Janeiro 2022).