Receitas tradicionais

Como preparar a erva-mate

Como preparar a erva-mate

Você pode preparar erva-mate com ou sem bombilla

Abertura Shutterstock / DC

Esta bebida tem muitos benefícios e tem um sabor delicioso.

Comecemos pelo princípio: você conhece todos os benefícios para a saúde que advêm de beber erva-mate? Se não, já cobrimos o que é isso e o que isso faz pelo seu corpo. Agora que você conhece os benefícios, precisa saber onde comprar e como fazer isso por você mesmo.

Como um rápido lembrete, a erva-mate é um chá feito com folhas secas de llex paraguariensis. Este é um arbusto perene da família do azevinho, que cresce na América do Sul e Central.

O preparo da erva-mate tradicional requer uma xícara de mate (uma xícara oca em forma de tigela feita de metal, cerâmica ou madeira) e uma bombilla (um canudo especial de metal). Esses não são os utensílios de cozinha mais comuns e, por isso, muitas pessoas se sentem incapazes de preparar erva-mate. Estamos aqui para informá-lo de que existe uma maneira mais simples de fazer isso.

Para fazer sua própria erva-mate “fácil”, tudo que você precisa é água, erva-mate (comprada na hora em que compraria chá) e uma prensa francesa.

Coloque a erva-mate no fundo de uma prensa francesa. Ao lado, leve água para ferver. Por fim, despeje a água na prensa francesa e ferva por cinco minutos. Tada! É simples assim. Clique aqui para ver a receita completa da erva-mate.


Seu melhor guia para preparar o companheiro

O mate é onipresente na sociedade uruguaia, independentemente de sexo, classe ou idade. O dono de uma fazenda bebe com os vaqueiros, assim como a avó com o neto. Levamos o mate conosco para passear pela orla de Montevidéu ou em uma viagem em família ou simplesmente nos encontrar com os amigos no parque.

Embora sejamos o maior consumidor mundial de erva, a erva infundida para fazer mate, não a cultivamos. É importado de Misiones, uma província no nordeste da Argentina ao longo da fronteira com o Paraguai. A erva-mate foi trazida originalmente para o Uruguai por missionários jesuítas na América do Sul em 1600.

Segundo o antropólogo alimentar uruguaio Gustavo Laborde, os jesuítas vendiam mantimentos (erva-mate, tecido de algodão, couro, madeira, fumo e grãos) para outras comunidades coloniais. Seu conhecimento botânico ajudou a desenvolver a indústria da erva. Mas o gaúchos (cowboys) foram os que popularizaram a bebida mate em todo o Uruguai e fizeram disso um ritual social. Eles também foram os primeiros cebadores - os encarregados de preparar e servir mate para um grupo.

O companheiro costuma ser compartilhado por duas, três ou quatro pessoas. Os cebadores não devem esquecer que preparar e servir mate é uma cerimónia. Sempre mantenha seu cônjuge na temperatura certa - quente, a 75 graus Celsius (167 graus Fahrenheit). Sirva seus bebedores de mate de forma circular e não pare de servir até que uma pessoa diga "obrigado". Isso significa que ele ou ela está fora do círculo de parceiros.

Passo 1

Escolha o seu tipo de erva-mate. Isso é crucial, pois determina o sabor. Enquanto os argentinos preferem uma mistura de folhas e caules, os uruguaios preferem a marca brasileira Canarias, um tipo pulverulento feito apenas com folhas de sabor forte, amargo e rico em mateína (a cafeína do mate). Normalmente bebemos mate de uma cabaça de abóbora curada (também chamada de mate), mas hoje em dia os companheiros de cerâmica são populares porque são fáceis de limpar e não deixam nenhum sabor residual.

Passo 2

Despeje as folhas pulverulentas na cabaça até que esteja cerca de 3/4 cheio. Toque na lateral da cabaça com a mão para nivelar as folhas.

Etapa 3

Incline a erva para um lado para formar o que chamamos de montanha.

Passo 4

Despeje duas colheres de sopa de água fria no lado oposto da montanha e, em seguida, adicione água morna até que a cabaça esteja 1/4 cheia. Deixe descansar oito minutos para absorver a água.

Etapa 5

Insira cuidadosamente um canudo de metal (a bombilla ) em um ângulo de modo que a parte inferior fique na montanha e o topo no lado oposto.

Etapa 6

Despeje água quente lentamente ao longo do canudo. Nunca deixe a água atingir a camada superior das folhas. Se você fizer essa etapa corretamente, o mate deve produzir uma pequena quantidade de espuma.

Etapa 7

Ao adicionar água para porções adicionais, sempre adicione lentamente, encharcando um pouco mais da montanha. Isso mantém o sabor do mate fresco.


Seu melhor guia para preparar o companheiro

O mate é onipresente na sociedade uruguaia, independentemente de sexo, classe ou idade. O dono de uma fazenda bebe com os vaqueiros, assim como a avó com o neto. Levamos o mate conosco quando saímos para passear pela orla de Montevidéu ou em uma viagem em família ou simplesmente nos encontrar com os amigos no parque.

Embora sejamos o maior consumidor mundial de erva, a erva infundida para fazer mate, não a cultivamos. É importado de Misiones, uma província no nordeste da Argentina ao longo da fronteira com o Paraguai. A erva-mate foi trazida originalmente para o Uruguai por missionários jesuítas na América do Sul em 1600.

Segundo o antropólogo alimentar uruguaio Gustavo Laborde, os jesuítas vendiam mantimentos (erva-mate, tecido de algodão, couro, madeira, fumo e grãos) para outras comunidades coloniais. Seu conhecimento botânico ajudou a desenvolver a indústria da erva. Mas o gaúchos (cowboys) foram os que popularizaram a bebida mate em todo o Uruguai e fizeram disso um ritual social. Eles também foram os primeiros cebadores - os encarregados de preparar e servir mate para um grupo.

O companheiro costuma ser compartilhado por duas, três ou quatro pessoas. Os cebadores não devem esquecer que preparar e servir mate é uma cerimónia. Sempre mantenha seu cônjuge na temperatura certa - quente, a 75 graus Celsius (167 graus Fahrenheit). Sirva seus bebedores de mate de forma circular e não pare de servir até que uma pessoa diga "obrigado". Isso significa que ele ou ela está fora do círculo de parceiros.

Passo 1

Escolha o seu tipo de erva-mate. Isso é crucial, pois determina o sabor. Enquanto os argentinos preferem uma mistura de folhas e caules, os uruguaios preferem a marca brasileira Canarias, um tipo pulverulento feito apenas com folhas de sabor forte, amargo e rico em mateína (a cafeína do mate). Normalmente bebemos mate de uma cabaça de abóbora curada (também chamada de mate), mas hoje em dia os companheiros de cerâmica são populares porque são fáceis de limpar e não deixam nenhum sabor residual.

Passo 2

Despeje as folhas pulverulentas na cabaça até que esteja cerca de 3/4 cheio. Toque na lateral da cabaça com a mão para nivelar as folhas.

Etapa 3

Incline a erva para um lado para formar o que chamamos de montanha.

Passo 4

Despeje duas colheres de sopa de água fria no lado oposto da montanha e, em seguida, adicione água morna até que a cabaça esteja 1/4 cheia. Deixe descansar oito minutos para absorver a água.

Etapa 5

Insira cuidadosamente um canudo de metal (a bombilla ) em um ângulo de modo que a parte inferior fique na montanha e o topo no lado oposto.

Etapa 6

Despeje água quente lentamente ao longo do canudo. Nunca deixe a água atingir a camada superior das folhas. Se você fizer essa etapa corretamente, o mate deve produzir uma pequena quantidade de espuma.

Etapa 7

Ao adicionar água para porções adicionais, sempre adicione lentamente, encharcando um pouco mais da montanha. Isso mantém o sabor do mate fresco.


Seu melhor guia para preparar o companheiro

O mate é onipresente na sociedade uruguaia, independentemente de sexo, classe ou idade. O dono de uma fazenda bebe com os vaqueiros, assim como a avó com o neto. Levamos o mate conosco quando saímos para passear pela orla de Montevidéu ou em uma viagem em família ou simplesmente nos encontrar com os amigos no parque.

Embora sejamos o maior consumidor mundial de erva, a erva infundida para fazer mate, não a cultivamos. É importado de Misiones, uma província no nordeste da Argentina ao longo da fronteira com o Paraguai. A erva-mate foi trazida originalmente para o Uruguai por missionários jesuítas na América do Sul em 1600.

Segundo o antropólogo alimentar uruguaio Gustavo Laborde, os jesuítas vendiam mantimentos (erva-mate, tecido de algodão, couro, madeira, fumo e grãos) para outras comunidades coloniais. Seu conhecimento botânico ajudou a desenvolver a indústria da erva. Mas o gaúchos (cowboys) foram os que popularizaram a bebida mate em todo o Uruguai e fizeram disso um ritual social. Eles também foram os primeiros cebadores - os encarregados de preparar e servir mate para um grupo.

O companheiro costuma ser compartilhado por duas, três ou quatro pessoas. Os cebadores não devem esquecer que preparar e servir mate é uma cerimónia. Sempre mantenha seu cônjuge na temperatura certa - quente, a 75 graus Celsius (167 graus Fahrenheit). Sirva seus bebedores de mate de forma circular e não pare de servir até que uma pessoa diga "obrigado". Isso significa que ele ou ela está fora do círculo de parceiros.

Passo 1

Escolha o seu tipo de erva-mate. Isso é crucial, pois determina o sabor. Enquanto os argentinos preferem uma mistura de folhas e caules, os uruguaios preferem a marca brasileira Canarias, um tipo pulverulento feito apenas com folhas de sabor forte, amargo e rico em mateína (a cafeína do mate). Normalmente bebemos mate de uma cabaça de abóbora curada (também chamada de mate), mas hoje em dia os companheiros de cerâmica são populares porque são fáceis de limpar e não deixam nenhum sabor residual.

Passo 2

Despeje as folhas pulverulentas na cabaça até que esteja cerca de 3/4 cheio. Toque na lateral da cabaça com a mão para nivelar as folhas.

Etapa 3

Incline a erva para um lado para formar o que chamamos de montanha.

Passo 4

Despeje duas colheres de sopa de água fria no lado oposto da montanha e, em seguida, adicione água morna até que a cabaça esteja 1/4 cheia. Deixe descansar oito minutos para absorver a água.

Etapa 5

Insira cuidadosamente um canudo de metal (a bombilla ) em um ângulo de modo que a parte inferior fique na montanha e o topo no lado oposto.

Etapa 6

Despeje água quente lentamente ao longo do canudo. Nunca deixe a água atingir a camada superior das folhas. Se você fizer essa etapa corretamente, o mate deve produzir uma pequena quantidade de espuma.

Etapa 7

Ao adicionar água para porções adicionais, sempre adicione lentamente, encharcando um pouco mais da montanha. Isso mantém o sabor do mate fresco.


Seu melhor guia para preparar o companheiro

O mate é onipresente na sociedade uruguaia, independentemente de sexo, classe ou idade. O dono de uma fazenda bebe com os vaqueiros, assim como a avó com o neto. Levamos o mate conosco para passear pela orla de Montevidéu ou em uma viagem em família ou simplesmente nos encontrar com os amigos no parque.

Embora sejamos o maior consumidor mundial de erva, a erva infundida para fazer mate, não a cultivamos. É importado de Misiones, uma província no nordeste da Argentina ao longo da fronteira com o Paraguai. A erva-mate foi trazida originalmente para o Uruguai por missionários jesuítas na América do Sul em 1600.

Segundo o antropólogo alimentar uruguaio Gustavo Laborde, os jesuítas vendiam mantimentos (erva-mate, tecido de algodão, couro, madeira, fumo e grãos) para outras comunidades coloniais. Seu conhecimento botânico ajudou a desenvolver a indústria da erva. Mas o gaúchos (cowboys) foram os que popularizaram a bebida mate em todo o Uruguai e fizeram disso um ritual social. Eles também foram os primeiros cebadores - os encarregados de preparar e servir mate para um grupo.

O companheiro geralmente é compartilhado por duas, três ou quatro pessoas. Os cebadores não devem esquecer que preparar e servir mate é uma cerimónia. Sempre mantenha seu cônjuge na temperatura certa - quente, a 75 graus Celsius (167 graus Fahrenheit). Sirva seus bebedores de mate de forma circular e não pare de servir até que uma pessoa diga "obrigado". Isso significa que ele ou ela está fora do círculo de parceiros.

Passo 1

Escolha o seu tipo de erva-mate. Isso é crucial, pois determina o sabor. Enquanto os argentinos preferem uma mistura de folhas e caules, os uruguaios preferem a marca brasileira Canarias, um tipo pulverulento feito apenas com folhas de sabor forte, amargo e rico em mateína (a cafeína do mate). Normalmente bebemos mate de uma cabaça de abóbora curada (também chamada de mate), mas hoje em dia os companheiros de cerâmica são populares porque são fáceis de limpar e não deixam nenhum sabor residual.

Passo 2

Despeje as folhas pulverulentas na cabaça até que esteja cerca de 3/4 cheio. Toque na lateral da cabaça com a mão para nivelar as folhas.

Etapa 3

Incline a erva para um lado para formar o que chamamos de montanha.

Passo 4

Despeje duas colheres de sopa de água fria no lado oposto da montanha e, em seguida, adicione água morna até que a cabaça esteja 1/4 cheia. Deixe descansar oito minutos para absorver a água.

Etapa 5

Insira cuidadosamente um canudo de metal (a bombilla ) em um ângulo de modo que a parte inferior fique na montanha e o topo no lado oposto.

Etapa 6

Despeje água quente lentamente ao longo do canudo. Nunca deixe a água atingir a camada superior das folhas. Se você fizer essa etapa corretamente, o mate deve produzir uma pequena quantidade de espuma.

Etapa 7

Ao adicionar água para porções adicionais, sempre adicione lentamente, encharcando um pouco mais da montanha. Isso mantém o sabor do mate fresco.


Seu melhor guia para preparar o companheiro

O mate é onipresente na sociedade uruguaia, independentemente de sexo, classe ou idade. O dono de uma fazenda bebe com os vaqueiros, assim como a avó com o neto. Levamos o mate conosco quando saímos para passear pela orla de Montevidéu ou em uma viagem em família ou simplesmente nos encontrar com os amigos no parque.

Embora sejamos o maior consumidor mundial de erva, a erva infundida para fazer mate, não a cultivamos. É importado de Misiones, uma província no nordeste da Argentina ao longo da fronteira com o Paraguai. A erva-mate foi trazida originalmente para o Uruguai por missionários jesuítas na América do Sul em 1600.

Segundo o antropólogo alimentar uruguaio Gustavo Laborde, os jesuítas vendiam mantimentos (erva-mate, tecido de algodão, couro, madeira, fumo e grãos) para outras comunidades coloniais. Seu conhecimento botânico ajudou a desenvolver a indústria da erva. Mas o gaúchos (cowboys) foram os que popularizaram a bebida mate em todo o Uruguai e fizeram disso um ritual social. Eles também foram os primeiros cebadores - os encarregados de preparar e servir mate para um grupo.

O companheiro costuma ser compartilhado por duas, três ou quatro pessoas. Os cebadores não devem esquecer que preparar e servir mate é uma cerimónia. Sempre mantenha seu cônjuge na temperatura certa - quente, a 75 graus Celsius (167 graus Fahrenheit). Sirva seus bebedores de mate de forma circular e não pare de servir até que uma pessoa diga "obrigado". Isso significa que ele ou ela está fora do círculo de parceiros.

Passo 1

Escolha o seu tipo de erva-mate. Isso é crucial, pois determina o sabor. Enquanto os argentinos preferem uma mistura de folhas e caules, os uruguaios preferem a marca brasileira Canarias, um tipo pulverulento feito apenas com folhas de sabor forte, amargo e rico em mateína (a cafeína do mate). Normalmente bebemos mate de uma cabaça de abóbora curada (também chamada de mate), mas hoje em dia os companheiros de cerâmica são populares porque são fáceis de limpar e não deixam nenhum sabor residual.

Passo 2

Despeje as folhas pulverulentas na cabaça até que esteja cerca de 3/4 cheio. Toque na lateral da cabaça com a mão para nivelar as folhas.

Etapa 3

Incline a erva para um lado para formar o que chamamos de montanha.

Passo 4

Despeje duas colheres de sopa de água fria no lado oposto da montanha e, em seguida, adicione água morna até que a cabaça esteja 1/4 cheia. Deixe descansar oito minutos para absorver a água.

Etapa 5

Insira cuidadosamente um canudo de metal (a bombilla ) em um ângulo de modo que a parte inferior fique na montanha e o topo no lado oposto.

Etapa 6

Despeje água quente lentamente ao longo do canudo. Nunca deixe a água atingir a camada superior das folhas. Se você fizer essa etapa corretamente, o mate deve produzir uma pequena quantidade de espuma.

Etapa 7

Ao adicionar água para porções adicionais, sempre adicione lentamente, encharcando um pouco mais da montanha. Isso mantém o sabor do mate fresco.


Seu melhor guia para preparar o companheiro

O mate é onipresente na sociedade uruguaia, independentemente de sexo, classe ou idade. O dono de uma fazenda bebe com os vaqueiros, assim como a avó com o neto. Levamos o mate conosco quando saímos para passear pela orla de Montevidéu ou em uma viagem em família ou simplesmente nos encontrar com os amigos no parque.

Embora sejamos o maior consumidor mundial de erva, a erva infundida para fazer mate, não a cultivamos. É importado de Misiones, uma província no nordeste da Argentina ao longo da fronteira com o Paraguai. A erva-mate foi trazida originalmente para o Uruguai por missionários jesuítas na América do Sul em 1600.

Segundo o antropólogo alimentar uruguaio Gustavo Laborde, os jesuítas vendiam mantimentos (erva-mate, tecido de algodão, couro, madeira, fumo e grãos) para outras comunidades coloniais. Seu conhecimento botânico ajudou a desenvolver a indústria da erva. Mas o gaúchos (cowboys) foram os que popularizaram a bebida mate em todo o Uruguai e fizeram disso um ritual social. Eles também foram os primeiros cebadores - os encarregados de preparar e servir mate para um grupo.

O companheiro geralmente é compartilhado por duas, três ou quatro pessoas. Os cebadores não devem esquecer que preparar e servir mate é uma cerimónia. Sempre mantenha seu cônjuge na temperatura certa - quente, a 75 graus Celsius (167 graus Fahrenheit). Sirva seus bebedores de mate de forma circular e não pare de servir até que uma pessoa diga "obrigado". Isso significa que ele ou ela está fora do círculo de parceiros.

Passo 1

Escolha o seu tipo de erva-mate. Isso é crucial, pois determina o sabor. Enquanto os argentinos preferem uma mistura de folhas e caules, os uruguaios preferem a marca brasileira Canarias, um tipo pulverulento feito apenas com folhas de sabor forte, amargo e rico em mateína (a cafeína do mate). Normalmente bebemos mate de uma cabaça de abóbora curada (também chamada de mate), mas hoje em dia os companheiros de cerâmica são populares porque são fáceis de limpar e não deixam nenhum sabor residual.

Passo 2

Despeje as folhas pulverulentas na cabaça até que esteja cerca de 3/4 cheio. Toque na lateral da cabaça com a mão para nivelar as folhas.

Etapa 3

Incline a erva para um lado para formar o que chamamos de montanha.

Passo 4

Despeje duas colheres de sopa de água fria no lado oposto da montanha e, em seguida, adicione água morna até que a cabaça esteja 1/4 cheia. Deixe descansar oito minutos para absorver a água.

Etapa 5

Insira cuidadosamente um canudo de metal (a bombilla ) em um ângulo de modo que a parte inferior fique na montanha e o topo no lado oposto.

Etapa 6

Despeje água quente lentamente ao longo do canudo. Nunca deixe a água atingir a camada superior das folhas. Se você fizer esta etapa corretamente, o mate deve produzir uma pequena quantidade de espuma.

Etapa 7

Ao adicionar água para porções adicionais, sempre adicione lentamente, encharcando um pouco mais da montanha. Isso mantém o sabor do mate fresco.


Seu melhor guia para preparar o companheiro

O mate é onipresente na sociedade uruguaia, independentemente de sexo, classe ou idade. O dono de uma fazenda bebe com os vaqueiros, assim como a avó com o neto. Levamos o mate conosco para passear pela orla de Montevidéu ou em uma viagem em família ou simplesmente nos encontrar com os amigos no parque.

Embora sejamos o maior consumidor mundial de erva, a erva infundida para fazer mate, não a cultivamos. É importado de Misiones, uma província no nordeste da Argentina ao longo da fronteira com o Paraguai. A erva-mate foi trazida originalmente para o Uruguai por missionários jesuítas na América do Sul em 1600.

Segundo o antropólogo alimentar uruguaio Gustavo Laborde, os jesuítas vendiam mantimentos (erva-mate, tecido de algodão, couro, madeira, fumo e grãos) para outras comunidades coloniais. Seu conhecimento botânico ajudou a desenvolver a indústria da erva. Mas o gaúchos (cowboys) foram os que popularizaram a bebida mate em todo o Uruguai e fizeram disso um ritual social. Eles também foram os primeiros cebadores - os encarregados de preparar e servir mate para um grupo.

O companheiro costuma ser compartilhado por duas, três ou quatro pessoas. Os cebadores não devem esquecer que preparar e servir mate é uma cerimónia. Sempre mantenha seu cônjuge na temperatura certa - quente, a 75 graus Celsius (167 graus Fahrenheit). Sirva seus bebedores de mate de forma circular e não pare de servir até que uma pessoa diga "obrigado". Isso significa que ele ou ela está fora do círculo de parceiros.

Passo 1

Escolha o seu tipo de erva-mate. Isso é crucial, pois determina o sabor. Enquanto os argentinos preferem uma mistura de folhas e caules, os uruguaios preferem a marca brasileira Canarias, um tipo pulverulento feito apenas com folhas de sabor forte, amargo e rico em mateína (a cafeína do mate). Normalmente bebemos mate de uma cabaça de abóbora curada (também chamada de mate), mas hoje em dia os companheiros de cerâmica são populares porque são fáceis de limpar e não deixam nenhum sabor residual.

Passo 2

Despeje as folhas pulverulentas na cabaça até que esteja cerca de 3/4 cheio. Bata na lateral da cabaça com a mão para nivelar as folhas.

Etapa 3

Incline a erva para um lado para formar o que chamamos de montanha.

Passo 4

Despeje duas colheres de sopa de água fria no lado oposto da montanha e, em seguida, adicione água morna até que a cabaça esteja 1/4 cheia. Deixe descansar oito minutos para absorver a água.

Etapa 5

Insira cuidadosamente um canudo de metal (a bombilla ) em um ângulo de modo que a parte inferior fique na montanha e o topo no lado oposto.

Etapa 6

Despeje água quente lentamente ao longo do canudo. Nunca deixe a água atingir a camada superior das folhas. Se você fizer essa etapa corretamente, o mate deve produzir uma pequena quantidade de espuma.

Etapa 7

Ao adicionar água para porções adicionais, sempre adicione lentamente, encharcando um pouco mais da montanha. Isso mantém o sabor do mate fresco.


Seu melhor guia para preparar o companheiro

O mate é onipresente na sociedade uruguaia, independentemente de sexo, classe ou idade. O dono de uma fazenda bebe com os vaqueiros, assim como a avó com o neto. Levamos o mate conosco para passear pela orla de Montevidéu ou em uma viagem em família ou simplesmente nos encontrar com os amigos no parque.

Embora sejamos o maior consumidor mundial de erva, a erva infundida para fazer mate, não a cultivamos. É importado de Misiones, uma província no nordeste da Argentina ao longo da fronteira com o Paraguai. A erva-mate foi trazida originalmente para o Uruguai por missionários jesuítas na América do Sul em 1600.

Segundo o antropólogo alimentar uruguaio Gustavo Laborde, os jesuítas vendiam mantimentos (erva-mate, tecido de algodão, couro, madeira, fumo e grãos) para outras comunidades coloniais. Seu conhecimento botânico ajudou a desenvolver a indústria da erva. Mas o gaúchos (cowboys) foram os que popularizaram a bebida mate em todo o Uruguai e fizeram disso um ritual social. Eles também foram os primeiros cebadores - os encarregados de preparar e servir mate para um grupo.

O companheiro geralmente é compartilhado por duas, três ou quatro pessoas. Os cebadores não devem esquecer que preparar e servir mate é uma cerimónia. Sempre mantenha seu cônjuge na temperatura certa - quente, a 75 graus Celsius (167 graus Fahrenheit). Sirva seus bebedores de mate de forma circular e não pare de servir até que uma pessoa diga "obrigado". Isso significa que ele ou ela está fora do círculo de parceiros.

Passo 1

Escolha o seu tipo de erva-mate. Isso é crucial, pois determina o sabor. Enquanto os argentinos preferem uma mistura de folhas e caules, os uruguaios preferem a marca brasileira Canarias, um tipo pulverulento feito apenas com folhas de sabor forte, amargo e rico em mateína (a cafeína do mate). Normalmente bebemos mate de uma cabaça de abóbora curada (também chamada de mate), mas hoje em dia os companheiros de cerâmica são populares porque são fáceis de limpar e não deixam nenhum sabor residual.

Passo 2

Despeje as folhas pulverulentas na cabaça até que esteja cerca de 3/4 cheio. Toque na lateral da cabaça com a mão para nivelar as folhas.

Etapa 3

Incline a erva para um lado para formar o que chamamos de montanha.

Passo 4

Despeje duas colheres de sopa de água fria no lado oposto da montanha e, em seguida, adicione água morna até que a cabaça esteja 1/4 cheia. Deixe descansar oito minutos para absorver a água.

Etapa 5

Insira cuidadosamente um canudo de metal (a bombilla ) em um ângulo de modo que a parte inferior fique na montanha e o topo no lado oposto.

Etapa 6

Despeje água quente lentamente ao longo do canudo. Nunca deixe a água atingir a camada superior das folhas. Se você fizer esta etapa corretamente, o mate deve produzir uma pequena quantidade de espuma.

Etapa 7

Ao adicionar água para porções adicionais, sempre adicione lentamente, encharcando um pouco mais da montanha. Isso mantém o sabor do mate fresco.


Seu melhor guia para preparar o companheiro

O mate é onipresente na sociedade uruguaia, independentemente de sexo, classe ou idade. O dono de uma fazenda bebe com os vaqueiros, assim como a avó com o neto. Levamos o mate conosco para passear pela orla de Montevidéu ou em uma viagem em família ou simplesmente nos encontrar com os amigos no parque.

Embora sejamos o maior consumidor mundial de erva, a erva infundida para fazer mate, não a cultivamos. É importado de Misiones, uma província no nordeste da Argentina ao longo da fronteira com o Paraguai. A erva-mate foi trazida originalmente para o Uruguai por missionários jesuítas na América do Sul em 1600.

Segundo o antropólogo alimentar uruguaio Gustavo Laborde, os jesuítas vendiam mantimentos (erva-mate, tecido de algodão, couro, madeira, fumo e grãos) para outras comunidades coloniais. Seu conhecimento botânico ajudou a desenvolver a indústria da erva. Mas o gaúchos (cowboys) foram os que popularizaram a bebida mate em todo o Uruguai e fizeram disso um ritual social. Eles também foram os primeiros cebadores - os encarregados de preparar e servir mate para um grupo.

O companheiro costuma ser compartilhado por duas, três ou quatro pessoas. Os cebadores não devem esquecer que preparar e servir mate é uma cerimónia. Sempre mantenha seu cônjuge na temperatura certa - quente, a 75 graus Celsius (167 graus Fahrenheit). Sirva seus bebedores de mate de forma circular e não pare de servir até que uma pessoa diga "obrigado". Isso significa que ele ou ela está fora do círculo de parceiros.

Passo 1

Escolha o seu tipo de erva-mate. Isso é crucial, pois determina o sabor. Enquanto os argentinos preferem uma mistura de folhas e caules, os uruguaios preferem a marca brasileira Canarias, um tipo pulverulento feito apenas com folhas de sabor forte, amargo e rico em mateína (a cafeína do mate). Normalmente bebemos mate de uma cabaça de abóbora curada (também chamada de mate), mas hoje em dia os companheiros de cerâmica são populares porque são fáceis de limpar e não deixam nenhum sabor residual.

Passo 2

Despeje as folhas pulverulentas na cabaça até que esteja cerca de 3/4 cheio. Toque na lateral da cabaça com a mão para nivelar as folhas.

Etapa 3

Incline a erva para um lado para formar o que chamamos de montanha.

Passo 4

Despeje duas colheres de sopa de água fria no lado oposto da montanha e, em seguida, adicione água morna até que a cabaça esteja 1/4 cheia. Deixe descansar oito minutos para absorver a água.

Etapa 5

Insira cuidadosamente um canudo de metal (a bombilla ) em um ângulo de modo que a parte inferior fique na montanha e o topo no lado oposto.

Etapa 6

Despeje água quente lentamente ao longo do canudo. Nunca deixe a água atingir a camada superior das folhas. Se você fizer essa etapa corretamente, o mate deve produzir uma pequena quantidade de espuma.

Etapa 7

Ao adicionar água para porções adicionais, sempre adicione lentamente, encharcando um pouco mais da montanha. Isso mantém o sabor do mate fresco.


Seu melhor guia para preparar o companheiro

O mate é onipresente na sociedade uruguaia, independentemente de sexo, classe ou idade. O dono de uma fazenda bebe com os vaqueiros, assim como a avó com o neto. Levamos o mate conosco quando saímos para passear pela orla de Montevidéu ou em uma viagem em família ou simplesmente nos encontrar com os amigos no parque.

Embora sejamos o maior consumidor mundial de erva, a erva infundida para fazer mate, não a cultivamos. É importado de Misiones, uma província no nordeste da Argentina ao longo da fronteira com o Paraguai. A erva-mate foi trazida originalmente para o Uruguai por missionários jesuítas na América do Sul em 1600.

Segundo o antropólogo alimentar uruguaio Gustavo Laborde, os jesuítas vendiam mantimentos (erva-mate, tecido de algodão, couro, madeira, fumo e grãos) para outras comunidades coloniais. Seu conhecimento botânico ajudou a desenvolver a indústria da erva. Mas o gaúchos (cowboys) foram os que popularizaram a bebida mate em todo o Uruguai e fizeram disso um ritual social. Eles também foram os primeiros cebadores - os encarregados de preparar e servir mate para um grupo.

O companheiro geralmente é compartilhado por duas, três ou quatro pessoas. Os cebadores não devem esquecer que preparar e servir mate é uma cerimónia. Sempre mantenha seu cônjuge na temperatura certa - quente, a 75 graus Celsius (167 graus Fahrenheit). Sirva seus bebedores de mate de forma circular e não pare de servir até que uma pessoa diga "obrigado". Isso significa que ele ou ela está fora do círculo de parceiros.

Passo 1

Escolha o seu tipo de erva-mate. Isso é crucial, pois determina o sabor. Enquanto os argentinos preferem uma mistura de folhas e caules, os uruguaios preferem a marca brasileira Canarias, um tipo pulverulento feito apenas com folhas de sabor forte, amargo e rico em mateína (a cafeína do mate). Normalmente bebemos mate de uma cabaça de abóbora curada (também chamada de mate), mas hoje em dia os companheiros de cerâmica são populares porque são fáceis de limpar e não deixam nenhum sabor residual.

Passo 2

Despeje as folhas pulverulentas na cabaça até que esteja cerca de 3/4 cheio. Toque na lateral da cabaça com a mão para nivelar as folhas.

Etapa 3

Incline a erva para um lado para formar o que chamamos de montanha.

Passo 4

Despeje duas colheres de sopa de água fria no lado oposto da montanha e, em seguida, adicione água morna até que a cabaça esteja 1/4 cheia. Deixe descansar oito minutos para absorver a água.

Etapa 5

Insira cuidadosamente um canudo de metal (a bombilla ) em um ângulo de modo que a parte inferior fique na montanha e o topo no lado oposto.

Etapa 6

Despeje água quente lentamente ao longo do canudo. Nunca deixe a água atingir a camada superior das folhas. Se você fizer esta etapa corretamente, o mate deve produzir uma pequena quantidade de espuma.

Etapa 7

Ao adicionar água para porções adicionais, sempre adicione lentamente, encharcando um pouco mais da montanha. Isso mantém o sabor do mate fresco.


Assista o vídeo: COMO FAZER UM CHIMARRÃO FÁCIL E PRÁTICO (Janeiro 2022).